Polícia investiga se atropelamento que matou menor foi proposital

0

Comerciante atropelou adolescente em bicicleta, em Nhandeara (SP).
Famílias já tinham registrados ocorrências policiais sobre desavenças.

Momento em que o motorista atropela o jovem (Foto: Reprodução / TV TEM)
Momento em que o motorista atropela o jovem (Foto: Reprodução / TV TEM)

A polícia de Nhandeara (SP) investiga se o atropelamento que matou um adolescente de 15 anos foi cometido de forma proposital pelo motorista. O acidente aconteceu na terça-feira (18) e o motorista acabou sendo agredido pelos familiares da vítima. Uma câmera de segurança de um comércio registrou o momento em que o adolescente foi atropelado.

“As famílias da vítima e do suspeito já tinham desavenças, inclusive com registros de ocorrência policial, como perturbação, ameaças, tanto a vítima como o suspeito”, diz o delegado Marco Tirapele, que investiga o caso.

O adolescente estava em uma bicicleta quando foi atingido pelo carro. A vítima foi arrastada por vários metros até parar em uma casa, onde outro adolescente estava e acabou ferido.

“No local do acidente e até no hospital, conseguimos obter informações de que em virtude de uma rixa, uma desavença entre vizinhos, o indivíduo teria jogado o veículo contra a vítima, um adolescente, e ele foi arrastado, jogado para dentro de uma casa, e atingiu também outro adolescente”, afirma o delegado.

Tirapele diz que o depoimento de uma testemunha está sendo fundamental para a investigação. “Ouvimos uma testemunha chave, um menor que estava na casa, inclusive é dono da bicicleta em que a vítima estava. Ela passou toda a dinâmica do acontecido e a forma da gente conduzir agora a investigação. Fizemos um flagrante de homicídio e tentativa de homicídio por parte do motorista e de tentativa de homicídio por parte do familiar da vítima”, afirma o delegado.

Segundo informações da polícia, quem estava ao volante era o dono de um bar, que fica ao lado da casa onde morava o menor. Logo após o acidente, a família do adolescente foi até o local e um irmão do adolescente, de 17 anos, brigou com o motorista e jogou um bloco de cimento nele.

O comerciante foi levado em estado grave para a Santa Casa de Votuporanga e depois encaminhado para o Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP), onde está sob escolta. O irmão da vítima está na cadeia de Nhandearaaguardando vaga na Fundação Casa.

O adolescente que estava na frente da casa na hora do atropelamento teve ferimento nos pés e está internado na Santa Casa de Votuporanga. O comerciante continua internado em estado grave na UTI do Hospital de Base de Rio Preto.

Após atropelar jovem, carro invadiu esta casa (Foto: Reprodução / TV TEM)
Após atropelar jovem, carro invadiu esta casa (Foto: Reprodução / TV TEM)

DEIXE UMA RESPOSTA