Polícia conclui inquérito sobre caso de menino que se afogou em aula

0
Academia onde o menino fazia natação e se afogou (Foto: Renata Fernandes/G1)

Menino se afogou durante aula de natação em Rio Preto em abril.
Polícia responsabilizou o dono da academia e uma professora.

A Polícia Civil concluiu nesta quinta-feira (20) o inquérito sobre o caso do afogamento de um menino de 8 anos na piscina de uma academia em São José do Rio Preto (SP). O acidente aconteceu em abril deste ano e o braço dele ficou preso num ralo de sucção.

Segundo o inquérito, a polícia responsabilizou o dono da academia e uma professora que estava com a criança na hora do afogamento por lesão corporal culposa de natureza grave. Em caso de condenação a pena é de dois a oito anos de prisão.

O dono da academia disse,  que não teve acesso ao laudo da perícia e  ainda não foi notificado oficialmente do indiciamento. A delegada Margarete Franco, que cuida do caso, disse que vai encaminhar o inquérito na segunda-feira (24) para a Justiça.

O caso
Segundo informações do Corpo de Bombeiros na época, o menino estava em uma aula e, quando a professora notou sua ausência, ele já tinha se afogado. Os bombeiros foram chamados pela escola e encontraram a criança inconsciente, entrando em parada cardiorrespiratória.

Ele ficou internado no Hospital da Criança em Rio Preto durante 14 dias, com todos os equipamentos e infraestrutura de uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), e sendo monitorado por uma equipe multiprofissional especializada.

DEIXE UMA RESPOSTA