Onda de calor provoca surgimento de escorpiões dentro de casas em Itu

0

Animais que muitas vezes ocupam áreas externas como bueiros e terrenos baldios, invadem as casas para se esconder em lugares escuros e úmidos.

Moradores do bairro Vila Fragnani, em Itu (SP), estão sofrendo com o aumento de escorpiões devido a onda de calor que atingiu a região. Mas a situação não é novidade. Todos os anos surgem centenas destes animais no local, e os moradores já não sabem mais o que fazer.

Com o calor, os animais que muitas vezes ocupam áreas externas como bueiros e terrenos baldios, invadem as casas para se esconder em lugares escuros e úmidos.

O escorpião que vem aparecendo aos montes é o escorpião amarelo, o mais comum principalmente no Sudeste do Brasil. Ele tem entre 6 e 7 centímetros de comprimento e é considerado o mais venenoso da América do Sul.

A dona de casa Keila Santos conta que todos os dias aparecem escorpiões pela casa, como parte da rotina. O número desses bichos em determinadas épocas do ano é tanto que a filha de Keila já foi picada.

“Já virou rotina, a gente pega escorpião quase todo dia. Uma vez acabou picando minha filha. Ela estava no banheiro e gritou: ‘mãe vem aqui que tem um escorpião’, e quando eu cheguei já tinha picado e foi aquela correria”, diz.

Na tentativa de driblar que os escorpiões ataquem ou invadam as casas, alguns moradores colocaram bloqueadores de pano nas portas e também redes nos ralos, mas a medida não tem adiantado.

Moradora de Itu 'coleciona' escorpiões que invadem sua casa (Foto: Reprodução TV TEM)
Moradora de Itu ‘coleciona’ escorpiões que invadem sua casa (Foto: Reprodução TV TEM)

Para a aposentada Juvelina do Carmo desde que mora no bairro a luta contra os escorpiões é constante. Desde que se mudou, há sete anos, a história com eles é a mesma.

“Quando vamos abrir a porta às vezes ele esta lá, e você puxa e eles entram. Até mesmo na telinha do corredor, não sei como, mas eles entram”.

De acordo com o biólogo da Secretaria da Saúde de Itu, Gilberto de Lucena, o bairro tem características que favorecem o aparecimento dos escorpiões. “Não é possível eliminar, apenas controlar. Não é um animal passível de erradicação.”

Entre essas características estão as cerâmicas, que potencializam o surgimento do animal. Além disso, estabelecimentos que acumulem material, como materiais de construção, também favorecem o aparecimento do bicho.

Isso é porque estes locais contribuem para o surgimento de insetos, como baratas e gafanhotos, que são um prato cheio para os escorpiões.

Ainda segundo o biólogo, a prefeitura de Itu recebeu apenas quatro notificações sobre escorpiões esse ano, o que não é suficiente para demandar uma manutenção na rede de coleta de águas pluviais.