Massa diz que falta de aderência dos pneus dianteiros impediu ida ao Q3

0
Felipe Massa largará em 13º na corrida deste domingo, em Interlagos (Foto: Reuters)

Piloto revela que comportamento do carro mudou no Q2 após primeira volta lançada. Mesmo assim, ele mantém a esperança de boa corrida neste domingo, em Interlagos

Felipe Massa havia dito na sexta-feira que a quarta colocação no segundo treino livre em Interlagos não era motivo para empolgação e que a briga da Williams continuava sendo contra a Force India. O brasileiro, no entanto, só não esperava uma queda de rendimento do seu carro justamente no treino classificatório, realizado na tarde deste sábado. Massa não conseguiu se classificar para o Q3 e largará em 13º neste domingo para o GP do Brasil.

O piloto disse que o carro perdeu desempenho devido a falta de aderência dos pneus dianteiros.

– Sem duvida não esperava não ter entrado no Q-3. Minha melhor volta no Q-2 foi a primeira, quando não forcei tudo. Depois, em todas as outras saídas que dei, os pneus dianteiros não funcionaram e não consegui melhorar. O carro começou a sair muito de frente, tanto que até reclamei para a equipe. Foi uma pena, estava bem empolgado depois da primeira saída que dei. Agora é concentrar e tentar entender o que aconteceu porque tem muito trabalho a ser feito para a corrida – afirmou o piloto brasileiro.

Mesmo largando no pelotão intermediário do grid, Massa ainda acredita ser possível pensar em um bom resultado na sua corrida de despedida de Interlagos.

– Aqui o clima muda o tempo todo, hoje já foi bem diferente de ontem. Pode chover e a pista pode secar rapidamente. Tem de estar preparado para qualquer tipo de situação. Vamos acreditar até o final. Tenho de sentar com a equipe agora e definir a estratégia, não sei o que vamos fazer – ressaltou.

Apesar de ter saído frustrado do carro, Massa fez questão de agradecer o público brasileiro, que o ovacionou na reta principal de Interlagos.

– O carinho dos torcedores foi algo incrível. Tenho muito amor por eles e acredito que eles tenham por mim. Gostaria de ter feito uma posição melhor para eles, mas posso garantir que a vontade e a luta irão até a última volta da corrida. Fui até o muro agradecer o carinho. Na hora, bateu um vento e eu quase caí. A torcida brasileira é diferente da dos outros países – disse.

Info-ROSBERG-e-HAMILTON-briga-pelo-titulo (Foto: infoesporte)
Horários Circuito corrida GP Brasil (Foto: Globoesporte.com)
Horários corrida GP Brasil (Foto: Globoesporte.com)

DEIXE UMA RESPOSTA