Ladrão arrependido devolve eletrônicos furtados e deixa carta para vítima pedindo perdão

0

Homem também tinha levado carro da vítima, mas abandonou horas depois do furto. Caso aconteceu em Guarapuava, na região central do Paraná.

Um homem que furtou um carro e eletrônicos que estavam no veículo em Guarapuava, na região central do Paraná, na noite de sábado (7), por volta de 20h30, acabou se arrependendo do crime e resolveu tentar consertar a história.

De acordo com o técnico em informática Thiago Sene, dono do carro, o ladrão se aproveitou de dois minutos de desatenção para levar o veículo, que não tinha seguro, quando foi entregar o computador de um cliente. Ele deixou o carro destrancado e com a chave na ignição. “Quando olhei já não estava mais lá”, diz.

Diante da situação, ele e a mulher, a auxiliar em informática Cleiviane Sene, divulgaram o caso em redes sociais com telefone para contato e registraram um boletim de ocorrência. Além disso, Sene contou com a ajuda de um amigo para sair pela cidade procurando o carro.

Arrependido, o ladrão tinha abandonado o veículo em um estacionamento de uma loja, a aproximadamente de dois quilômetros do local do furto.

O dono encontrou o carro por volta das 23h30 do sábado, mas sem os pertences que estavam dentro do veículo, como um tablet, um aparelho de dvd e uma bateria de celular. Para conseguir levar o carro precisou chamar um chaveiro, pois estava trancado.

Na madrugada de segunda-feira, por volta de 1h30, veio a surpresa. Sene estava trabalhando quando recebeu uma ligação a cobrar.

“Eu peguei e retornei. Ficou uns 30 segundos sem falar nada, aí começou: ‘quero pedir desculpa pelo que fiz’. Não acreditei muito no começo, daí perguntei da chave”, conta.

Segundo ele, o homem disse que a chave estava no quebra-sol, o que se confirmou ao verificar. “Aí eu acreditei e ele começou a contar a história triste dele e a chorar”, afirma.

Disposto a consertar o erro, o homem falou ao telefone que iria devolver os pertences do técnico em informática. “Ele disse que tinha deixado onde o carro foi roubado, atrás de uma árvore, perto do portão. Acordei minha esposa, fomos até lá e estava tudo mesmo.”

Supresa ainda maior, segundo o dono do carro, foi a carta que encontraram no pacote onde estavam os pertences devolvidos.

Carta foi deixada junto com pertences devolvidos ao casal. (Foto: RPC/Reprodução)
Carta foi deixada junto com pertences devolvidos ao casal. (Foto: RPC/Reprodução)

Escrita a mão, o texto começava com um pedido de desculpas e uma breve história sobre o momento difícil que estava passando.

“Minha vida era tranquila. Eu tinha paz, tinha emprego, tinha tudo que precisava, mas me separei de Deus e minha vida virou de cabeça pra baixo”, diz no início.

“Comecei a beber, perdi meu bebê, bati o carro, perdi emprego e a minha mulher quer me deixar. Não justifica o que eu fiz, o mal que causei a vocês. Me perdoem. Vou buscar a Deus”, relata.

‘Está perdoado’

Comovido com a história, o casal retirou a queixa e se dispôs a ajudar o homem, que não atendeu mais no número fixo do qual ligou para o técnico em informática.

“A carta que ele deixou pra gente mostra que o caráter dele não é de um malandro. A gente acredita no arrependimento do ser humano. Ele se arrependeu, da nossa parte está perdoado”, diz a mulher.

Ela conta que teve a oportunidade de mudar na vida e que acredita que ele pode também. “Eu quero dar essa força pra família dele, tanto espiritualmente quanto financeiramente”, afirma Cleiviane.

A reportagem procurou o delegado para saber se o caso será investigado, mas ele não atendeu. Um escrivão da Polícia Civil informou que o delegado pode optar por não levar a investigação adiante.