Idoso apronta papéis da funerária, depois mata mulher e comete suicídio

0
Corpos foram levados para IML de Piracicaba (Foto: Hildeberto Jr./G1)

Para filha, ele premeditou crime em Piracicaba; casal vivia junto há 45 anos.
Família diz que homem tinha transtorno bipolar; vizinhos ficaram surpresos.

Um idoso de 64 anos matou a esposa de 62 anos e depois se matou, nesta segunda-feira (26), no bairro Vila Industrial em Piracicaba (SP).  A filha dos idosos, que eram casados há 45 anos, disse ao G1 que acredita que o crime foi premeditado, já que o pai tinha deixado todos os papéis necessários para a funerária prontos.

A advogada de 40 anos, que pediu para não ter o nome dela e dos pais divulgados, afirmou que foi buscar a mãe na casa onde morava e, ao entrar no imóvel, encontrou a avó, que tem Alzheimer, caída no chão e os pais mortos, um em cada quarto da casa.

De acordo com a advogada, o pai deve ter planejado as mortes. “Ele deixou todos os papéis da funerária prontos, só pode ter sido premeditado”, relatou. Ainda de acordo com ela, o pai tinha transtorno bipolar. “Ele era louco, totalmente transtornado. Tomava medicamentos”, disse.

Surpresa dos vizinhos
A tragédia foi uma surpresa para os vizinhos dos idosos, segundo eles, o casal se dava muito bem. “Ficamos surpresos, pois eles andavam de mãos dadas pela rua”, conta um homem que mora na casa ao lado onde aconteceram as mortes.  No entanto, a filha diz que eles tinham seus problemas.

“Meu pai sempre foi bipolar, minha mãe continuava com ele na esperança de ele melhorar com o tempo, e apesar dos problemas ela gostava dele”, conta.

Os corpos dos idosos foram levados para o Instituto Medico Legal (IML) o caso será investigado pelo 4º Distrito Policial de Piracicaba. A avó recebeu atendimento médico e está sob os cuidados de familiares.

DEIXE UMA RESPOSTA