Criadores investem em alimentação e bem-estar animal para aumentar produtividade de leite

0
No espaço onde ficam as vacas em produção há ventiladores que ficam ligados 24h por dia (Foto: Reprodução/TV TEM)

No espaço onde ficam as vacas em produção há ventiladores que ficam ligados 24 horas por dia.

José Ricardo tira a renda da família da criação de vacas de leite. Ele anda satisfeito porque a produtividade diária aumentou de 20 litros por vaca para 40 litros. Um resultado que tem a ver com bastante trabalho e investimento.

No espaço onde ficam as vacas em produção há ventiladores que permanecem ligados 24 horas por dia e com piso forrado com cama de pó de serra.

O criador diz que o ambiente mais confortável e o animal sem estresse refletem em mais produtividade e em um leite de melhor qualidade. Além disso, o ataque de doenças diminui, o que faz os custos caírem.

Ele aplicou R$ 700 mil na estrutura. As 120 vacas holandesas produzem cerca de 5 mil litros de leite por dia, quase 300% a mais do que no passado.

No sítio de Luiz Henrique Nogueira, em Boituva (SP), a ração balanceada foi substituída por uma soma de produtos com o mesmo valor nutricional e com um custo menor. Tem aveia preta úmida, gérmen de milho, bagaço de cana e cevada. Tudo somado a um núcleo mineral.

A produção das 33 vacas da raça girolanda continua em torno de 580 litros por dia, mas a grande diferença é que o criador consegue economizar R$ 2 mil mensais. Ele conta que é um resultado importante, ainda mais num período em que os ganhos com o leite não são altos.

Rotação de pastos, cuidados com aspectos sanitários e genética boa. Tudo isso ajuda bastante na hora de aumentar a produtividade.