Coritiba renegocia parcelas atrasadas de Galdezani com o Mirassol

0
Galdezani disputou 37 jogos pelo Coritiba em 2017 (Foto: Divulgação/Coritiba)

Nova gestão assumiu dívida deixada pela gestão anterior. Jogador se reapresentou normalmente ao Coxa e está em pré-temporada com a equipe em Foz do Iguaçu

O Coritiba está propondo a renegociação da dívida com o Mirassol sobre o volante Matheus Galdezani. Com a pendência deixada pela gestão anterior, o clube alviverde busca um acordo e tenta parcelar a dívida referente à compra dos direitos do atleta.

Durante a semana, na reapresentação do Coritiba para a temporada 2018, o presidente Samir Namur confirmou as tratativas com o clube paulista.

– O Coritiba já esta negociando com o Mirassol, basicamente um novo parcelamento, uma nova composição dessa dívida. Dar calote não está nos nossos planos. Temos as nossas prioridades financeiras, infelizmente não temos como fazer frente aos valores anteriores devidos pela diretoria anterior. Acontecendo isso, o Mirassol transfere os direitos federativos e o atleta fica regularizado aqui – disse o presidente em coletiva à imprensa.

O nome de Galdezani foi publicado no Boletim Informativo Diário do Mirassol no dia primeiro de janeiro, algo que já estava previsto, de acordo com o dirigente.

– Esse era um procedimento padrão porque na prorrogação de contrato dele, no meio de 2017, ele tinha assinado um pré-contrato com o Coritiba, com prazo de três anos. Qual o problema? Isso deveria acontecer quase que automaticamente, com a transferência dos direitos do Mirassol para o Coritiba – explicou Namur.

– Quando o contrato foi feito houve a previsão do pagamento parcelado dos direitos, que reservou a transferência do direitos caso o Coritiba terminasse o pagamento agora, no final do ano. Isso não aconteceu, como já foi notícia. Mesmo com o desejo do atleta em continuar no Coritiba, ele se reapresentou antes e conversou com a diretoria, isso ainda depende de uma composição com o Mirassol.

Enquanto o Coritiba negocia com o Mirassol, Galdezani segue em pré-temporada com a delegação alviverde em Foz do Iguaçu.

A reportagem do GloboEsporte.com tenta contato com o Mirassol desde dezembro do ano passado para ter mais informações sobre o caso. Porém, através de sua assessoria de imprensa, o clube diz que devido a uma cláusula de confiabilidade entre Coritiba e Mirassol não pode informar detalhes sobre o contrato ou qualquer tratativa entre as partes.

Após várias campanhas da torcida pela renovação, o Coritiba acertou a compra de Galdezani em junho do ano passado. O novo vínculo foi parte de uma estratégia de marketing do clube para aumentar o seu número de sócios. Depois que o jogador caiu nas graças da torcida durante o Paranaense, o Coritiba definiu a meta de 25 mil sócios para que houvesse recursos para o jogador. Na ocasião, o clube exerceu a preferência de 50% de compra dos direitos econômicos do atleta, que valia até outubro. A transação gira em torno de R$ 3 milhões.

Após defender clubes como Paulista-SP, Juventude Sport e CRB, Galdezani chegou ao Coritiba em dezembro de 2016. Ele participou da conquista do estadual. No total, ele disputou 37 jogos, sendo 33 como titular e quatro como reserva, com um gol marcado.

Galdezani (ao centro) participa da pré-temporada do Coritiba em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná (Foto: Divulgação/Coritiba)
Galdezani (ao centro) participa da pré-temporada do Coritiba em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná (Foto: Divulgação/Coritiba)