Caneta, bolo e fantasia: Ação na web arrecada presentes de Natal para idosos

0

Moradores de casa de repouso em Sorocaba (SP) comoveram a internet com pedidos simples. Campanha conseguiu doações para 88 idosos em 40 minutos.

A simplicidade nos pedidos feitos por 88 idosos de um asilo de Sorocaba (SP) comoveu milhares de pessoas nas redes sociais que se mobilizaram para realizar os seus desejos de Natal.

Ao invés de presentes caros, os idosos contaram com ajuda de lousas e giz para pedir bolo de cenoura com chocolate e até mesmo canetas para colorir.

A campanha “Eu Adoto Esse Sonho de Natal” conseguiu cadastrar doadores para todos os moradores da casa de repouso em apenas 40 minutos após o seu lançamento, na segunda-feira (6).

Em entrevista ao G1, uma das organizadoras da campanha e também fisioterapeuta do asilo, Kizzy Moura, conta que antes mesmo da postagem na página oficial da casa de repouso, os seus seguidores já pediam para que a ação fosse realizada pela segunda vez.

“Esse é o segundo ano que realizamos a campanha. No ano passado foi uma iniciativa de voluntários de fora e foi um sucesso. Por isso resolvemos dar continuidade e ficamos surpresos com a rapidez que as pessoas se manifestaram para ajudar”.

Para a campanha, a fotográfa Patrícia Jung tirou fotos dos 88 idosos do asilo segurando uma lousa com o seu pedido de Natal.

Entre os pedidos mais inesperados, estão os de doce de boteco, bolo de cenoura com chocolate, violão, fantasia de palhaço para um morador animar o asilo e até um celular para um idoso que é cego.

Tem vovô que pediu uma fantasia para poder alegrar à todos no asilo (Foto: Patrícia Jung/Divulgação)
Tem vovô que pediu uma fantasia para poder alegrar à todos no asilo (Foto: Patrícia Jung/Divulgação)

As fotos foram postadas na página oficial do asilo no Facebook e, em questão de minutos, várias pessoas se prontificaram a adotar o desejo de Natal de todos os 88 idosos.

Os organizadores da campanha garantem que não interferiram na escolha dos presentes dos idosos e ressaltam que eles tiveram o livre árbitrio para decidirem o que queriam.

Ainda segundo Patrícia, mesmo os pedidos de valor mais alto, como um violão e um celular, encontraram pessoas que se prontificaram a doar aos moradores do asilo.

Os doadores têm até o dia 11 de dezembro para enviarem os presentes ao asilo, podendo fazer a entrega pessoalmente, pelo correio ou até solicitando que um dos voluntários vá buscar o presente.

Com todos os presentes em mãos, a organização da campanha irá fazer uma festa, possivelmente no dia 21 de dezembro, para entregar as doações a cada um dos moradores do asilo.

Apesar de cego por decorrência da idade, Sebastião sabe mexer em celular e sonha em ter um aparelho novo (Foto: Patrícia Jung/Divulgação)
Apesar de cego por decorrência da idade, Sebastião sabe mexer em celular e sonha em ter um aparelho novo (Foto: Patrícia Jung/Divulgação)

“Isso vai depender de doações também, porque a gente quer fazer uma festa bonita para eles. Então, ainda estamos nos organizando para ver se conseguimos doações de salgadinhos, refrigerantes, doces, frutas, enfim, tudo que eles têm direito”.

Mais do que presente, atenção

Apesar dos pedidos, Patrícia garante que o principal presente que todos os idosos do asilo precisam é de carinho e atenção.

Tanto que a sessão de fotos para a campanha durou dois dias, pois os idosos queriam conversar e contar um pouco sobre a vida deles.

“Ano passado eu demorei quatro dias, mas esse ano os funcionários do asilo adiantaram a parte de anotar os pedidos e era só tirar a foto. No entanto, demorou porque eles queriam conversar, abraçar e não tem como não dar atenção. Acaba sendo muito prazeroso e comovente para gente, pois eles ensinam muita a gente a dar valor para coisas simples da vida”, diz a fotógrafa emocionada.

Quem ficou com vontade de ajudar a campanha, mas acabou descobrindo que seu afilhado já tinha sido apadrinhado pode ajudar de outras formas. O asilo precisa também de uma grande quantidade de leite, fraldas geriátricas (de todos os tamanhos) e produtos de higiene pessoal.

A casa de repouso fica na Avenida Betânia, 1255, Jardim Betânia, em Sorocaba. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) ) 3313-2025.

Além de roupas e sapatos, moradores de lar também pediram imagens religiosas (Foto: Patrícia Jung/Divulgação)
Além de roupas e sapatos, moradores de lar também pediram imagens religiosas (Foto: Patrícia Jung/Divulgação)