Cadela é resgatada após ter olho ferido com bola de gude, limão e sal

0
Cadelinha foi resgatada com ferimento no olho e pata quebrada (Foto: Sandra Valéria/Arquivo Pessoal)

Suspeito negou o crime, mas polícia ambiental aplicou multa de R$ 3 mil, em Votuporanga (SP).

Uma cachorrinha ficou cega depois que seu dono a atingiu no olho com uma bola de gude, em Votuporanga (SP). Ele lançou o objeto com um estilingue e, em seguida, espremeu limão e colocou sal no ferimento.

De acordo com a protetora animal Sandra Valéria, a “Neguinha”, como era chamada antes de ser resgatada, também foi encontrada com uma das patas dianteira quebrada. “Tudo isso aconteceu na noite de sexta-feira, dia 8. Eu recebi a denúncia de que o vizinho da testemunha teria machucado o olho de uma cachorrinha ao lançar uma bolinha de gude com estilingue”, lembra.

Ainda segundo a protetora, ela não poderia sair no momento da denúncia e pediu para que a denunciante medicasse o animal. “No dia seguinte eu fui para a casa deste suspeito, conversei com a mulher dele e ela me disse que o rapaz atira bolas de gude com estilingue também em outros animais da casa e em pássaros. Ela me entregou os estilingues e bolinhas de gude”. Sandra afirma que chegou a perguntar o que motivou a agressão, mas o homem teria negado o crime.

Estilingues foram usados para agredir animal (Foto: Sandra Valéria/Arquivo Pessoal)
Estilingues foram usados para agredir animal (Foto: Sandra Valéria/Arquivo Pessoal)

“Já quando eu perguntei por que ele colocou sal e limão no olho da cachorrinha, ele alegou que era para parar o sangramento do olho. Quando eu disse que iria denuncia-lo, ele riu”, conta a protetora.

Em seguida ela registrou um boletim no plantão policial da cidade e a ocorrência foi encaminhada à Polícia Ambiental, que o multou em R$ 3 mil.

Agora, a “Neguinha” se chama “Pérola” e está na chácara de Sandra, junto de dezenas de outros companheiros. “Hoje ela está se alimentando e está bem. No começo ela estava bem assustada e demorou para fazer amizade até comigo. Agora eu praticamente sou uma segurança dela”, comenta.

A consulta no médico veterinário está prevista para a próxima semana. Ele vai examinar o ferimento e analisar a necessidade de retirada do olho.

Peróla tem consulta agendada no veterinário na próxima semana (Foto: Sandra Valéria/Arquivo Pessoal)
Peróla tem consulta agendada no veterinário na próxima semana (Foto: Sandra Valéria/Arquivo Pessoal)